Lugar do Plano, Gestão do Território Lda. ainda que, formalmente, criada em Novembro de 2002, possui uma génese com raiz de mais de 30 anos a desenvolver trabalhos em planeamento urbano, ordenamento do território, programas de desenvolvimento, entre outros. Com efeito, data do início da década de 80 a criação da empresa GAAPE Arquitetura, Planeamento e Engenharia Lda., generalista e abrangente a matérias da Arquitetura e Engenharia. 
A crescente especialização e dinâmica verificada no país nas disciplinas de ordenamento do território e urbanismo impuseram, primeiro no seio do GAAPE, depois como unidade de trabalho formalmente autónoma, a criação da empresa Ventura da Cruz Planeamento em Novembro de 1991. 
Na permanente busca de melhoria dos seus serviços e desenvolvimento da especialização em Planeamento do Território, estimulados por um desejo crescente de operacionalidade quer na elaboração de figuras de planeamento, quer na relação com as autarquias, associações de municípios e outros atores com intervenção territorial, os sócios gerentes da Ventura da Cruz Planeamento, decidiram criar um núcleo de empresas tendencialmente autónomas. 
O Lugar do Plano foi a primeira destas a atingir o estatuto de autonomia, formal e técnica, de forma a melhor abordar todas as questões de ordenamento do território. 
Provindo dos quadros do GAAPE - Planeamento e, mais tarde, fundador do Ventura da Cruz Planeamento Lda., tornando-se seu sócio-gerente, Pedro Ribeiro da Silva, sócio-gerente de Lugar do Plano entre 2002 e 2004, e entre Novembro de 2004 e Outubro de 2005 foi consultor na área da gestão e organização desta empresa e dos seus trabalhos, desempenhando em paralelo a função de Vereador de Planeamento, Obras Particulares e Cultura da Câmara Municipal de Aveiro, estando atualmente em processo de reintegração nos Corpos Gerentes desta empresa, e Fernanda Quinta, sócia-gerente do Lugar do Plano, após oito anos de trabalho efetivo na Ventura da Cruz Planeamento, asseguram a transição do saber e experiência, para as suas propostas de trabalho nesta sede.

 

O Lugar do Plano procurou uma melhoria qualitativa na atuação da prestação de serviços, através duma organização horizontal, flexível e perfeitamente integrada das diversas áreas de atuação que constituem o universo de trabalho da empresa.


Urbanismo e Ordenamento do Território

Apoio direto ou assessoria às entidades que diretamente intervêm no Urbanismo e Ordenamento do Território (Municípios e Administração Central) desenvolvendo no âmbito dos seguintes vetores de atuação:

Planos Regionais de Ordenamento do Território (PROT's)

Planos Diretores Municipais

Planos de Urbanização

Planos de Pormenor

Projetos Urbanos

Estudos Urbanísticos

Planos de Salvaguarda (Áreas de valor patrimonial)

Planos de Reabilitação Urbana (Áreas urbanas degradadas)

Planos de Reconversão Urbanística (Urbanismo informal ou "Clandestinos")

Planos de Alinhamento e Cérceas (Áreas marginais a Vias)

Loteamentos

Arranjos Urbanísticos

Apoio à Gestão Urbanística do Desenvolvimento Local

Apoio ao Licenciamento Municipal

Avaliação da conformidade de Projetos

Processos de Licenciamento Industrial

Avaliação da compatibilidade territorial de localizações funcionais

Sistemas de Informação Geográfica (SIG)

Apoio à digitalização cartográfica. 


Planeamento Estratégico e Desenvolvimento

Apoio e assessoria técnica a entidades que informem ou protagonizem o desenvolvimento local ou regional (autarquias, entidades ou associações de âmbito local ou regional e agentes privados), cujos principais vetores de atuação são: 


Planos Estratégicos de Cidade

Estudos de Orientação Estratégica de Centros Urbanos, avaliação das possibilidades de financiamento ao abrigo dos Programas Operacionais Regionais e Sectoriais do Quadro Comunitário de Apoio;

Planos de Desenvolvimento Regionais e Sectoriais;

Definição de Modelos de Desenvolvimento Municipal;

Apoio à definição de Políticas Sectoriais (Sociais, Culturais e Económicas) de Intervenção Municipal;

Avaliação das possibilidades de financiamento ao abrigo dos Programas Operacionais Regionais e Sectoriais do Quadro Comunitário de Apoio;

Elaboração de Estudos Sectoriais Específicos;

Financiamentos Turísticos (ao abrigo dos Programas SIR, SIFIT, LEADER);

Programas de Habitação com Intervenção da Administração;

Programação de Rede de Equipamentos;

Programação de Rede de Transportes Diários e Escolares;

Avaliação da Rede Viária Municipal e Tráfego Urbano;

Estudos de Viabilidade Económica de Equipamentos;

Ordenamento do Turismo;

Estudos de Oferta Comercial;

Urbanismo Comercial: Procom e Urbcom. 


Ecologia e Ambiente

Apresenta-se como uma das áreas de intervenção cujos objetivos são a prestação de serviços a entidades públicas e agentes privados na área do ambiente e ecologia, através da elaboração de:

Estudos de Impacte Ambiental;

Definição de Programas Integrados de Rentabilização;

Valorização e Preservação dos Recursos Naturais;

Avaliação do Sistema de Redes de Saneamento Básico e de Recolhas de Lixos;

Definição de Estruturas Verdes e Equipamentos;

Arranjos Paisagísticos. 


Investigação e Desenvolvimento

Essencial para a qualidade dos trabalhos, é o conhecimento do que de mais recente se vai produzindo em matéria do planeamento do território.

Investigar, analisar e avaliar são processos incontornáveis do nosso trabalho profissional. As ‘Boas Práticas’ que pela Europa se desenvolvem são factores de estudo de maior importância.

O trabalho que muitos dos nossos membros desenvolvem nos Centros de Estudos das Universidade e Institutos são fundamentais para que novas soluções ara velhos problemas possam surgir. A sua adequação a uma prática e experiência de duas décadas, operacionaliza, como nenhum outro, o binómio investigação e prática.

Baliza-se a atuação pelos seguintes objetivos de intervenção:

Organização e participação em grupos de trabalho nas áreas de atuação da empresa;

Organização e coordenação de iniciativas de manifesto interesse técnico/cientifico;

Estudo e avaliação de oportunidades de cooperação empresarial.

Equipa
Equipa

Pedro Silva

Planeador do Território

Licenciado em Planeamento Regional e Urbano Pós-graduado em História e Património Local Mestre em Planeamento e Projeto do Ambiente Urbano

Fernanda Quinta

Planeadora do Território

Licenciatura em Planeamento Regional e Urbano Especialização em Sistemas Integrados de Informação Geográfica Pós-graduada em História e Património Local Mestre em Planeamento e Projeto do Ambiente

Joana Pinto

Mestre em Arquitetura

Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP)

Ana Sofia Dias

Mestre em Arquitetura Paisagista

Instituto Superior de Agronomia (ISA) da Universidade de Lisboa

Célia Silva

Pós-graduação em Sistemas de Informação Geográfica e Ordenamento do Território

Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP)

Diana Almeida

Licenciatura em Arquitetura Paisagista

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP)

Rita Raposo

Mestre em Arquitetura Paisagista

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP)

Diana Sousa

Mestre em Sistemas de Informação Geográfica e Ordenamento do Território

Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP)

Isabel Alves

Licenciatura em Arquitetura

Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa (FAUL)

Lúcia Adão

Assistente de Administração

Pedro Silva

Planeador do Território

Licenciado em Planeamento Regional e Urbano Pós-graduado em História e Património Local Mestre em Planeamento e Projeto do Ambiente Urbano

Fernanda Quinta

Planeadora do Território

Licenciatura em Planeamento Regional e Urbano Especialização em Sistemas Integrados de Informação Geográfica Pós-graduada em História e Património Local Mestre em Planeamento e Projeto do Ambiente

Joana Pinto

Mestre em Arquitetura

Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP)

Ana Sofia Dias

Mestre em Arquitetura Paisagista

Instituto Superior de Agronomia (ISA) da Universidade de Lisboa

Célia Silva

Pós-graduação em Sistemas de Informação Geográfica e Ordenamento do Território

Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP)

Diana Almeida

Licenciatura em Arquitetura Paisagista

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP)

Rita Raposo

Mestre em Arquitetura Paisagista

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP)

Diana Sousa

Mestre em Sistemas de Informação Geográfica e Ordenamento do Território

Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP)

Isabel Alves

Licenciatura em Arquitetura

Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa (FAUL)

Lúcia Adão

Assistente de Administração

Pedro Silva

Planeador do Território

Licenciado em Planeamento Regional e Urbano Pós-graduado em História e Património Local Mestre em Planeamento e Projeto do Ambiente Urbano

Fernanda Quinta

Planeadora do Território

Licenciatura em Planeamento Regional e Urbano Especialização em Sistemas Integrados de Informação Geográfica Pós-graduada em História e Património Local Mestre em Planeamento e Projeto do Ambiente

Joana Pinto

Mestre em Arquitetura

Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP)

Ana Sofia Dias

Mestre em Arquitetura Paisagista

Instituto Superior de Agronomia (ISA) da Universidade de Lisboa

Célia Silva

Pós-graduação em Sistemas de Informação Geográfica e Ordenamento do Território

Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP)

Diana Almeida

Licenciatura em Arquitetura Paisagista

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP)

Rita Raposo

Mestre em Arquitetura Paisagista

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP)

Diana Sousa

Mestre em Sistemas de Informação Geográfica e Ordenamento do Território

Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP)

Isabel Alves

Licenciatura em Arquitetura

Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa (FAUL)

Lúcia Adão

Assistente de Administração